A APPDA – Associação Portuguesa para as Perturbações do Desenvolvimento e Autismo, é uma instituição particular de solidariedade social que teve origem na primeira organização portuguesa dedicada ao autismo, a Associação Portuguesa para Proteção às Crianças Autistas, constituída em Lisboa em 1971.

A APPDA-Lisboa, membro fundador e filiada no “Autisme-Europe”, tem por missão prestar serviços às pessoas com perturbações do desenvolvimento do espectro do autismo (PEA) e às pessoas com elas significativamente relacionadas, promovendo a defesa e o exercício dos direitos e a aquisição e melhoria de qualidade de vida.

A Associação tem por visão ser uma organização de referência no que respeita ao conhecimento do autismo e qualidade dos serviços prestados e desenvolve a sua ação pela solidariedade, respeito pela dignidade das pessoas, não discriminação e inclusão, associativismo, espírito de missão e competência. A Associação tem como objetivos:

- Promover a defesa e o exercício dos direitos das pessoas com PEA, colaborando com instituições congéneres, portuguesas ou estrangeiras, e com organizações ou instituições internacionais;

- Promover a valorização e a qualidade de vida das pessoas com PEA, nomeadamente através do acesso ao diagnóstico e intervenção precoce, cuidados de saúde, educação pré-escolar e escolar, aprendizagem, ocupação ou emprego adequados e residência condigna;

- Apoiar a investigação da etiologia, fenomenologia e terapêutica das perturbações do desenvolvimento do espectro do autismo, colaborando com as pessoas e instituições interessadas;

- Apoiar e formar os pais e outros significativamente relacionados com pessoas com PEA;

- Promover a consciencialização e o conhecimento das PEA, promovendo ações de sensibilização e de divulgação.

A APPDA presta serviços através da clínica de diagnóstico, avaliação e acompanhamento, da escola de ensino especial, do Centro de Atividades Ocupacionais, dos Lares Residenciais, do centro de recursos para a inclusão e de ações de formação, sensibilização e apoio a profissionais e familiares.

PROJETO “(CON)VIVER COM O AUTISMO, VIVER COM QUALIDADE”

Promove várias atividades dirigidas ao apoio a pessoas com perturbações do espectro do autismo (PEA) e às suas famílias e pessoas significativamente relacionadas, prosseguindo uma política de abertura à comunidade e de inclusão, proporcionando convívio, aquisição e enriquecimento de competências e implicando nas atividades pessoas com e sem PEA, sem prejuízo de privilegiar a interação com crianças, idosos e pessoas com deficiência.

Destinatários: Este projeto é destinado a crianças, jovens e idosos com perturbações do desenvolvimento do espectro do autismo.

Instituições

Associação Sorriso Solidário

Ver Contactos